Alternada
Alternada
É sempre tudo ou nada. Ninguém realmente gosta de viver no meio termo. Somos movidos pelos extremos. Dor, culpa, desespero, ódio. Amor, fé, desejo, esperança. Vivemos pela ansiedade de sentir o fogo queimar tudo aquilo que fomos um dia, todas aquelas lembranças que não irão embora, todos aqueles pensamentos sujos num novo recomeço. Vivemos pela vontade insaciável de querer fazer o bem, pela sensação de paz que percorre seu coração quando se respira ar puro.
O problema, na verdade, é quando o extremo que você vive não é aquele que você encontra um pote de ouro no final do arco-íris. O inferno não tem cores. Você vive em preto e branco? — Alternada 

x 8045 x

O mal do homem é errar com a mulher certa.


Aí o telefone tocou. Deixei tocar. Nunca atendia ao telefone na parte da manhã. Tocou cinco vezes e parou. Eu estava sozinho comigo mesmo. E, por mais repugnante que fosse, era melhor que estar com alguém, qualquer um, todos lá fora fazendo seus pequenos truques e piruetas. Puxei as cobertas até o pescoço e esperei. Decidi ficar na cama até o meio-dia. Talvez então a metade do mundo estivesse morta e ele seria menos difícil de enfrentar. — Charles Bukowski.   (via distanciarei)

x 9663 x
x 3654 x